Métodos de estimativa de evapotranspiração para o feijoeiro irrigado

Publicado 2023-12-25

  • Victor Ebenézer Dias Salgado
  • ,
  • Adriano da Silva Lopes
  • ,
  • Éder Duarte Fanaya Júnior
  • ,
  • Jhonatan da Silva Franco
  • ,
  • Sebastião Nilce Souto Filho


PDF

Palavras-chave: Evapotranspiração de Referência, Manejo de Irrigação, Penman-Monteith

Resumo

O cultivo do feijão obteve uma intensificação em sua produtividade com a adesão da terceira safra, variedades mais precoces e irrigação, principalmente via pivô central. A estimativa da evapotranspiração de referência (ETo) é fundamental para o manejo da irrigação  e o delineamento do balanço hídrico da cultura. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de cinco métodos empíricos de ETo (Hargreaves-Samani, Priestley &Taylor, Benevides-Lopes, Hamon e Jensen- Haise), comparados ao padrão Penman-Monteith FAO- 56, na região de Aquidauana, Mato Grosso do Sul, Brasil. O estudo foi realizado na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, cuja as variáveis climáticas utilizadas foram obtidas na estação Meteorológica da Unidade Universitária no ano de 2020. A comparação  dos valores de ETo foi realizada com base nos parâmetros coeficiente de determinação, índice de concordância de Willmott, índice de desempenho, estimativa do erro padrão, erro médio absoluto e raiz quadrada do quadrado médio do erro. O método Priestley & Taylor pode ser indicado para o manejo de irrigação na cultura do feijoeiro de inverno em Aquidauana-MS. Os métodos de estimativa de ETO que utilizam saldo de radiação solar como um de seus componentes apresentam melhor desempenho em comparação aos demais.


Referências

  1. AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS. (Brasil). Atlas irrigação-Uso da agricultura irrigada. 2. ed. rev. e atual. Brasília-DF: ANA, 2021. 11 p. Disponível em: <https://www.gov.br/ana/pt- br/centrais-de-conteudos/publicacoes/Atlas irrigação: uso da água na agricultura irrigada.pdf>. Acesso em: 20 out. 2021.
  2. ALLEN, R. G.; PEREIRA, L.S.; RAES, D.; SMIT, M.. Crop evapotranspiration: guidelines for computing crop water requirements. Rome: FAO, 300 p. 1998. (FAO. Irrigation and Drainage Paper, 56).
  3. ANDRADE JÚNIOR. A.; OLIVEIRA. S. R. M.; RIBEIRO. V. Q.; RIBEIRO. J. L.; MASCHIO. R.. Índice de satisfação da necessidade de água do algodoeiro herbáceo em sistemas monocultivo e consorciado com feijão-caupi, XVI Congresso Brasileiro de Agrometeorologia, Belo Horizonte – MG, 6f, 2009.
  4. ANDRADE JÚNIOR. A.S.; MELO. F. B.; MASCHIO. R.; RIBEIRO. V. Q.; MORAIS. E. L. C. Índice de satisfação da necessidade de água da mamoneira em monocultivo e consorciada com feijão-caupi. Embrapa Meio-Norte-Artigo em anais de congresso (ALICE). CONGRESSO BRASILEIRO DE MAMONA, Salvador, 2008.
  5. ASSAD, E. D.; SANO, E. E.; BEZERRA, H. D. S.; SILVA, S. D.; LOBATO, E. J. E. Uso de modelos numéricos de terreno na espacialização de épocas de plantio. Sistemas de Informações Geográficas. Aplicações na agricultura. Brasília: EMBRAPA-SPI/Embrapa Cerrados, 1998. p.311-327.
  6. BISPO, R. C; HERNANDEZ. F. B T.; TEIXEIRA, A. H. C. Balanço hídrico e estimativa do consumo relativo de água da cultura da cana-de-açúcar na região noroeste paulista. Irriga, Botucatu, Edição Especial, IRRIGA & INOVAGRI, p. 94-101, 2017.
  7. CAMARGO, A. P.; SENTELHAS, P. C. Avaliação do desempenho de diferentes métodos de estimativa da evapotranspiração potencial no Estado de São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v. 5, n. 1, p. 89-97, 1997.
  8. COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO. (Brasil). Grãos: safra 2021/22. Boletim de Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos, Brasília-DF, v. 9, n. 3, p. 49, 2021. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2022.
  9. CUNHA, F. F; MAGALHÃES, F. F.; CASTRO, M. A. Métodos para estimativa da evapotranspiração de referência para Chapadão do Sul-MS. Revista Engenharia na Agricultura-Reveng, v. 21, n. 2, p. 159-172, 2013.
  10. DAL MORO, M. BARCELOS. Q. L. ARANTES. K. R. Desempenho de cultivares de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) sob diferentes manejos de irrigação. 2018. 40f. Monografia de (graduação). Instituto e ciências agrárias e ambientais, Sinop; MT. UFMT, 2018.
  11. FARIAS. J. R. B.; ASSAD. E. D.; ALMEIDA. I. R.; EVANGELISTA. B.A.; LAZZAROTTO. C.; NEUMAIER.; NEPOMUCENO. A. . Caracterização de risco de déficit hídrico nas regiões produtoras de soja no Brasil. Revista Brasileira de Agrometeorologia, v. 9, n. 3, p. 415-421, 2001.
  12. FARINASSI, L. G. Necessidades hídricas do feijoeiro irrigado no noroeste paulista. 2018. 108f. Dissertação de (Mestrado), area de conhecimento : Manejo do solo e agua, Ilha solteira; SP, 2018.
  13. FRIZZONE. J. A.; REZENDE. R.; CAMARGO. A. P.; COLOMBO. A.; et al. Irrigação por aspersão: sistema pivô central. Maringá-PR: EDUEM, 2018. 355 p.
  14. GUIMARAES, D. P.; LANDAU, E. C. Georreferenciamento dos pivôs centrais de irrigação no Brasil: ano base 2020. Embrapa Milho e Sorgo-Boletim de Pesquisa e desenvolvimento, 63p, 2020.
  15. LIMA JUNIOR. J. C.; ARRAES. F. D. D.; OLIVEIRA. J. B.; NASCIMENTO. F. A. L.; MACÊDO. K. G. Parametrização da equação de Hargreaves e Samani para estimativa da evapotranspiração de referência no Estado do Ceará, Brasil. Revista Ciência Agronômica, v. 47, p. 447-454, 2016.
  16. LIMA, J. R. S.; ANTONINO, A. C. D.; SOARES, W. A.; SOUZA, E. S.; LIRA, C. B. O. Balanço hídrico no solo cultivado com feijão caupi. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, v. 1, n. 1, p. 89-95, 2006.
  17. MANTOVANI, E. C.; BERNARDO, S.; PALARETTI, L. F. Irrigação: princípios e métodos. atual. e ampl. Viçosa, MG: UFV. 2009.
  18. MOURA. A. R. C.; MONTENEGRO. S. G. L.; ANTONINO. A. C. D.; AZEVEDO. J. R. G.; SILVA. B. B.; OLIVEIRA. L. M. Evapotranspiração de referência baseada em métodos empíricos em bacia experimental no estado de Pernambuco-Brasil. Revista Brasileira de meteorologia, v. 28, p. 181-191, 2013.
  19. OLIVEIRA A. P. Análise da Precipitação no Núcleo Regional de Londrina e a Produtividade do Feijão – Entre 2009 a 2018. 2020. 39 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Geografia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2020
  20. OLIVEIRA, E. R.; SILVA, T. C.; RAMOS, R. F. O. Evapotranspiração de referência em Januária-MG pelos métodos tanque classe “A” e Hargreaves-Samani. Colloquium Agrariae, v. 16, n.1, p. 48-54, 2020.
  21. OLIVEIRA, M. D. C., de OLIVEIRA, L. F. C., WENDLAND, A., GUIMARÃES, C., QUINTELA, E., BARBOSA, F. R.; CARVALHO, M. C. S.; LOBO JUNIOR, M.; SILVEIRA, P. M. (2018). Conhecendo a fenologia do feijoeiro e seus aspectos fitotécnicos. Embrapa Arroz e Feijão-Livro técnico (INFOTECA-E). Brasília, DF: Embrapa, 2018. 2.ed.rev.ampl. 61 p. 2018
  22. OLIVEIRA. J. T.; OLIVEIRA. R. M.; OLIVEIRA. R. A.; OLIVEIRA. E.M.; BOTELHO. M. E.; FERREIRA. P. M. O. Viabilidade econômica de irrigação por pivô central em pequenas áreas cultivadas com feijão, soja e milho. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, v. 14, n. 4, p. 4171-4179, 2020.
  23. PEREIRA, A. R. Simplificando o balanço hídrico de Thornthwaite- Mather. Bragantia, v. 64, n. 2, p. 311-313, 2005.
  24. PEREIRA, A. R.; VILLA NOVA, N. A.; SEDIYAMA, G. C. Evapo(transpi)ração. Piracicaba: FEALQ, 183p. 1997.
  25. SCHIAVO, J. A.; PEREIRA, M. G.; MIRANDA. L. P. M.; DIAS NETO. A. H.; FONTANA. A, A. Caracterização e classificação de solos desenvolvidos de arenitos da formação Aquidauana-MS. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa-MG, v. 34, n. 3, p. 881-889, 2010.
  26. SILVA. V. P. R.; SILVA. B. B.; BEZERRA. J. R. C.; ALMEIDA. R. S. R. Consumo hídrico e viabilidade econômica da cultura do feijão caupi cultivado em clima semiárido. Irriga, v. 21,n. 4, p. 662-672, 201.

Como Citar

Salgado, V. E. D., Lopes, A. da S., Fanaya Júnior , Éder D., Franco, J. da S., & Souto Filho, S. N. (2023). Métodos de estimativa de evapotranspiração para o feijoeiro irrigado. Brazilian Journal of Biological Sciences, 10(23), 33–51. https://doi.org/10.21472/bjbs.v10n23-003

Baixar Citação

Palavras-chave

Edição Atual